Usar ou não usar um CDN?

Um pouco de história sobre CDN.

“Content Delivery Network (CDN ou Rede de Fornecimento de Conteúdo) é um termo criado em fins da década de 1990 para descrever um sistema de computadores interligados em rede através da Internet, que cooperam de modo transparente para fornecer conteúdo (particularmente grandes conteúdos de mídia) a usuários finais.”
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Content_Delivery_Network.

A utilização de servidores CDN’s traz suas vantagens e desvantagens, abaixo vamos descrever quais vantagens e desvantagens em utilizar esse tipo de serviço.

Vantagens:

  • Download feito em paralelo;
  • O navegador pode já ter o arquivo em cache (se o usuário esteve em outro site que utiliza o mesmo CDN);
  • Não irá consumir o trafego do seu servidor;
  • CDN’s como do Google, Microsoft e Amazon, costumam ter ótima latência e taxa de transferência;
  • CDN’s grandes tem menos chance de ser infectados com malwares;

Desvantagens:

  • Você não tem controle sobre o conteúdo do arquivo quando referencia um servidor remoto;
  • Se o CDN tirar o arquivo do ar ou estiver indisponível (manutenção), isso vai impactar no seu site;
  • Usar um CDN não confiável poderá tornar seu site perigoso para os usuários que visitam;

Como funciona?

Todo equipamento que opera através da internet funciona com principio básico de enviar um sinal (geralmente a um servidor) e aguardar a resposta que pode vir em forma de uma página web, execução de uma função, entre outras milhares de possibilidades de retorno de resposta. Com os servidores CDN não é diferente, todo projeto que tiver arquivos linkados a servidores CDN’s tendem a carregar mais rápido devido a localização estratégica dos servidores no globo, o que faz com que a sua requisição busque o servidor mais próximo para diminuir ao máximo possível o tempo de resposta do servidor (o que em larga escala representa uma melhora e tanto, principalmente para o servidor que recebe requisições).

Em casa solicitação, o servidor principal verifica se já existe cache do arquivo solicitado, e encaminha sua solicitação para o servidor mais próximo que de fato disponibiliza o acesso ao arquivo liberando os recursos do framework ou plugin na sua página. Na verdade ocorrem outros processos (que para o usuário final não fazem diferença alguma).

Como utilizar

A utilização de links para conteúdo CDN é bem simples, basta linkar o arquivo necessário na sua página da mesma forma que você linka arquivos para plugins, porém o direcionamento será dado para o serviço CDN em questão. Exemplo:

<script src="//ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.7.2/jquery.min.js" type="text/javascript"></script>

Esse exemplo é um link da bilbioteca jQuery versão 1.7.2 através do serviço CDN do Google (que é chamado de Google Hosted Libraries). Muitos desenvolvedores e comunidades de desenvolvimento recomendam o uso da biblioteca jQuery através do CDN do Google por dois motivos simples:

  • É ministrado pelo Google e está em constante atualização, de acordo com a biblioteca jQuery original (respeita todos os padrões da mesma)
  • O Google é onipresente, o que facilita a requisição destes arquivos sem contar que você provavelmente já tem esse arquivo em cache no navegador, pois outros sites (muitos, principalmente serviços) podem utilizar o mesmo.

Conclusão

E isso ai, esse post foi criado através de pesquisas que fiz para entender porque comunidades e desenvolvedores recomendam a utilização do mesmo. Realmente este tipo de serviço ajuda a otimizar o carregamento de páginas (seja de sistemas ou websites básicos) e vale a pena utilizar o mesmo, visto que temos mais vantagens dos que desvantagens.

 

Thiago Souza

Sou bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Cenecista de Sete Lagoas, atualmente estudando para certificações Linux LPI Nível 1, CompTIA Linux+ e Novell Linux Administrator, Tenho interesse por todas as áreas da informática, mas em especial em Gestão, Segurança da Informação, Ethical Hacking e Perícia Forense. Sempre disposto a receber sugestões de assuntos para criar uma postagem.

3 comentários em “Usar ou não usar um CDN?

  • 4 de outubro de 2017 em 18:36
    Permalink

    Oi Thiago, muito legal o artigo!
    Só um ponto que tô em dúvida. Ouvi dizer que a CDN JQuery da GoCache é a melhor pra quem tem site no Brasil. (nesse artigo eles explicam porque https://www.gocache.com.br/cdn/cdn-jquery-brasil )
    O que você acha? Já testou a CDN deles? Me pareceu bem rápida…

    Resposta
    • 4 de outubro de 2017 em 19:13
      Permalink

      Boa noite, Jose L Silva.

      Sim conheço o serviço CDN JQuery da GoCache. Já fiz um teste e o serviço e uma ótima alternativa aos serviços oferecidos por: CDNJS, Google Libraries, JSDELIVR, pelo fato de oferecer mais nós de acesso dentro do nosso país.

      Espero ter ajudado, se tiver alguma dica de artigo para o site fique a vontade em dizer. Estou preparando um artigo sobre IPTV onde em poucos passos qualquer pessoa pode ter acesso a uma lista de canais para ver internet pela internet.

      Desde já, Muito Obrigado.

      Resposta
  • 21 de julho de 2018 em 11:31
    Permalink

    ótimo conteúdo sempre gosto de conteúdos deste tipo,só achei que mais imagens para ilustrar a situação iria ajudar aqueles que não conehcem as particularidades mas no todo o melhor post da internet é este.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.